Página Inicial

English (United Kingdom)

 

Morada:
Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (CEAUL)
Alameda da Universidade - Faculdade de Letras
1600-214 Lisboa
Portugal

Horário de atendimento:
2ª a 6ª-feira,

10h00 às 17h00

Email:
centro.ang@letras.ulisboa.pt 

facebook

Telefone:
(00351) 21 792 00 92

 

FCT_V_cor



 

 

FLUL

logo

ESC # 31 Oficina Humanidades Digitais: a reinvenção dos media
cartaz_ESC_Humanidades_Digi2-page-001

 

INSCRIÇÕES ATÉ 15 DE JUNHO

Data:
22 de junho
Local: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e Casa-Museu Medeiros e Almeida
Organização: CEAUL

Ficha de inscrição

 

Resumo: O workshop propõe uma abordagem às Humanidades Digitais a partir dos Media e da sua reinvenção no contexto socioeconómico e cultural do início do século XXI. Após um breve enquadramento teórico, será abordado o estudo de caso do Observador, trabalhando com situações reais que enquadram a experiência do primeiro caso de sucesso de um jornal totalmente digital. Termina com uma análise prospectiva do impacto que os wearables terão no ecossistema mediático, discutindo a interacção entre o meio digital e o físico. Deste modo, o workshop pretende alargar o conhecimento de todos os eventuais interessados em plataformas digitais aplicadas às Humanidades.

Formadores: Diogo Queiroz de Andrade*
Língua
: Português
Horário
: 22 de junho (das 14h às 17h)
Inscrição
gratuita
Data limite de inscrição: 15 de Junho

 

Síntese dos conteúdos programáticos

Estrutura em 4 módulos

I– As Humanidades Digitais: Enquadramento

Breve discussão do conceito Humanidades Digitais e sua aplicabilidade teórica.

II– O Caso dos Media: Contexto

Situação sócio-económica e cultural que conduziu à decadência do formato (papel), obrigando o produto (jornalismo) a reinventar-se.

III– Estudo de Caso: O Observador

Apresentação detalhada desde a sua génese, analisando o projeto original, as diversas adaptações, medindo o sucesso e a viabilidade do produto através deste projeto.

IV– Prospetiva: Os Wearables

Os wearables são a mais recente vaga tecnológica que obrigam os media a responder à diluição de fronteiras entre o digital e o físico e às suas consequências culturais.

*Diogo Queiroz de Andrade - Diretor criativo do Observador, o mais inovador jornal digital português. Jornalista, produtor de conteúdos tv / web desde 1998, realizador de documentários. Formação académica em Comunicação Social e Ciência Política.

 
Voltar
Topo

Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (CEAUL)