Página Inicial

English (United Kingdom)

 

Morada:
Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (CEAUL)
Alameda da Universidade - Faculdade de Letras
1600-214 Lisboa
Portugal

Horário de atendimento:
2ª a 6ª-feira,

10h00 às 17h00

Email:
centro.ang@letras.ulisboa.pt 

facebook

Telefone:
(00351) 21 792 00 92

 

FCT_V_cor



 

 

FLUL

logo

ESC # 23 Oficina "Narrative Medicine: Stories in Health Care"
ESC23final-page-001

 

INSCRIÇÕES ATÉ 28 DE MAIO

Data:
2-3 de Junho [14h-18h]
Local: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Organização: CEAUL

Ficha de Inscrição

 

Resumo: Constituído por duas partes, este seminário pretende explorar a necessidade que pacientes e profissionais de saúde têm de contar histórias e a razão pela qual os cuidados de saúde são uma actividade narrativa. Oferece também orientações para que profissionais de saúde possam compreender melhor as histórias que ouvem durante as suas práticas médicas.

Seminário 1: A Mudança Dialógica: 15 Orientações para Estudar Histórias. Depois de quase 15 anos de workshops sobre análise narrativa, refinei a minha abordagem em quinze orientações, que não são regras, nem um procedimento de como se fazer análise narrativa, mas sim orientações para preservar aquilo que é sempre, no mínimo, um diálogo em três partes entre contador de histórias, história e ouvinte/analista. Estas orientações apontam para duas questões centrais: (1) O que é o eu? Ou, num sentido dialógico, o que são as múltiplas vozes que formam um eu? e (2) Com que fundamento as pessoas se afiliam a grupos, e o que une estes grupos? As histórias são tidas como elementos centrais tanto para o eu como para a afiliação a grupos.

Seminário 2: Por Que Razão os Cuidados de Saúde Precisam de Histórias. O seminário começará com proposições básicas como a razão pela qual oferecer cuidados de saúde é uma actividade narrativa: por que precisam os pacientes de contar histórias, por que precisam os profissionais de saúde das suas próprias histórias, e por que precisam os sistemas de saúde de levar estas histórias a sério. A partir daí será dada atenção a questões metodológicas e clínicas: como escutar histórias, o que seria útil escrever em relação a estas histórias e como direccionar as pessoas a questionar se as histórias que enquadram as suas experiências são boas histórias com as quais se vive.

Formador: Arthur W. Frank*
Língua: Inglês
Horário: 2-3 de Junho, 14h-18h
Inscrição: 80 € (estudantes / CEAUL: 40 €)
Data limite de inscrição: 26 de Maio

*ARTHUR W. FRANK é Professor Emérito do Departamento de Sociologia da Universidade de Calgary. A sua primeira publicação, At the Will of the Body (1991), é um registo da sua experiência pessoal com a doença. Seguiu-se um estudo sobre o modo como as pessoas narram as suas próprias doenças, The Wounded Storyteller (1995), complementado por um volume sobre a ética das relações clínicas, The Renewal of Generosity (2004). O seu mais recente trabalho intitula-se Letting Stories Breathe: A Socio-Narratology (University of Chicago Press, 2010). Em 2014 é convidado para proferir palestras na Suécia, Noruega, Inglaterra, Espanha e Portugal, e também para ser Resident Fellow em Estudos Canadianos na UCLA. Os seus interesses incluem Bioética Narrativa, Educação Clínica e prática em Cuidados de Saúde, particularmente cuidados em fim de vida.

 
Voltar
Topo

Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (CEAUL)