Página Inicial

English (United Kingdom)

 

Morada:
Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (CEAUL)
Alameda da Universidade - Faculdade de Letras
1600-214 Lisboa
Portugal

Horário de atendimento:
2ª a 6ª-feira,

10h00 às 17h00

Email:
centro.ang@letras.ulisboa.pt 

facebook

Telefone:
(00351) 21 792 00 92

 

FCT_V_cor



 

 

FLUL

logo

“Representations of Home Open Seminar” 6 | “Belonging and (Un)belonging in South Africa: Past and Present”
RHOSE6-1__1443627205_194.117.2.103

 

Data: 8 de Outubro
Local: Sala de Reuniões do Departamento de Estudos Anglísticos | Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Organização: CEAUL

 


“Representations of Home Open Seminar” 6 | “Belonging and (Un)belonging in South Africa: Past and Present” 

 

O Projecto “Representations of Home” (RHOME) do Grupo de Investigação 4 do Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (CEAUL/ULICES) tem o prazer de o/a convidar para a sexta edição de  “Representations of Home Open Seminar” (RHOSE 6), a realizar na quinta-feira, dia 8 de Outubro, na Sala de Reuniões do Departamento de Estudos Anglísticos, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, das 10h às 12h.

 

Este seminário, subordinado ao tema Belonging and (Un)belonging in South Africa: Past and Present, contará com as seguintes intervenções:

 

Carla Larouco Gomes

At Home and Abroad: the Boer War (1899-1902), the South African Concentration Camps and Emily Hobhouse’s Disturbing Report

 

Na última década do século XX a disputa pela África (Scramble for Africa) veio acentuar as divergências de opinião sobre o Império e o imperialismo. Nesse contexto, as práticas polémicas perpretradas pelas tropas britânicas durante a Segunda Guerra Boer (1899-1902), nomeadamente a criação de "campos de concentração" para mulheres e crianças Boer, viriam a tornar-se motivo de vergonha nacional.

Após a sua nomeação para o cargo de secretária da Comissão de Conciliação da África do Sul (South African Conciliation Committee) pelo deputado Liberal Leonard Courtney, Emily Hobhouse, activista humanitária, pacifista e uma convicta opositora da Guerra Boer, viajou para o país, com o objectivo de averiguar as condições de vida nos referidos campos. Ao regressar a Inglaterra, solicitou uma reunião com Campbell-Bannerman, líder do Partido Liberal, que, poucos dias depois, se referiu à prática de incendiar quintas e aos "campos de concentração" como "métodos de barbárie" (methods of barbarism). O relatório elaborado por Emily Hobhouse acabaria por ser debatido no Parlamento, tendo dado origem a reacções distintas por parte da imprensa.

Nesta sessão, será analisado aquele que foi, provavelmente, um dos relatórios mais relevantes sobre os "campos de concentração" no contexto da Guerra Boer, assim como abordado o seu impacto político, nomeadamente entre os liberais, geralmente associados ao Império.

Paula Horta

The Nelson Mandela Digital Archive: a storytelling platform and public site of personal memories

 

Como poderá o ausente tornar-se presente? Como poderá a singularidade de alguém ser revelada pela narrativa de um outro? Como poderá “a história de uma vida” ser contada através de fotografias? Estas são algumas das questões abordadas na leitura contextualizada de fotografias de Nelson Mandela disponíveis no Arquivo Digital de Nelson Mandela alojado no Nelson Mandela Centre of Memory (archive.nelsonmandela.org). Tomando como ponto de partida a filosofia de Hannah Arendt, Paul Ricoeur e Adriana Cavarero, esta comunicação reflecte sobre a intersecção entre memória, narrativa e fotografia.

 

A entrada é livre.

 
Voltar
Topo

Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (CEAUL)